Conheça a nossa linha de Deskmats

Como montar um home office mais produtivo e organizado

Montar um home office durante a pandemia foi uma tarefa comum para muita gente. E é provável que as pessoas continuem trabalhando de casa. Se você ainda não está satisfeito com seu escritório em casa, aqui está o que você precisa fazer para que seu home office dê suporte às suas necessidades diárias, reforçando a boa postura e a organização.


Parece que trabalhar em casa veio para ficar. 

E se você é um dos sortudos que abandonou o trajeto de 2 horas até o escritório em favor de alguns passos pelo corredor, saberá que ter uma configuração funcional de home office pode fazer toda a diferença.

Esteja você começando seu próprio negócio, trabalhando em casa em tempo integral ou ocasionalmente conduzindo negócios em seu escritório em casa, você pode se beneficiar da otimização do seu espaço de trabalho para uma produtividade usando essas dicas.

10 dicas de como montar um home office ideal

Idealmente, um home office de longo prazo deve ser um espaço separado em sua casa que esteja devidamente equipado para o trabalho. 

Faça o máximo que puder para criar um espaço de trabalho eficaz e seguro a longo prazo.

Uma configuração de home office precisa levar em conta demandas diferentes daquelas que estamos acostumados a considerar ao projetar cozinhas, banheiros, quartos e salas. 

E as ideias de configuração para trabalhar em casa também precisam alcançar um equilíbrio cuidadoso para que seja um espaço propício ao trabalho, mas também pareça parte integrante de uma casa.

Confira então como montar um espaço ideal em 10 passos.

1. Separe um espaço próprio para isso

Idealmente, você usaria uma pequena sala que pode conter uma mesa e equipamentos de computador e cuja porta pode ser fechada para a necessidade essencial de separar a vida profissional da vida doméstica.

A maioria das pessoas não tem espaço livre, mas muitas pessoas podem converter um quarto de hóspedes em um espaço de dupla finalidade, por exemplo.

Uma varanda fechada, uma grande lavanderia ou até mesmo um galpão de jardim também podem fazer o truque de dupla função.

Se você não conseguir um espaço dedicado que possa separar do resto de sua vida, tente encontrar um nicho que você possa usar que esteja fora do resto da casa tanto quanto possível.

2. Selecione uma mesa com altura de trabalho adequada

Seu espaço precisa de uma escrivaninha ou mesa que esteja na altura do trabalho. O padrão da indústria é de 29 polegadas do chão até o topo da superfície de trabalho. 

Pessoas altas se saem melhor com uma altura maior, e pessoas baixas se dão melhor com uma altura menor. Muitas escrivaninhas e mesas têm altura ajustável, geralmente através dos pés.

Mas esse padrão da indústria é baseado em escrever em papel, não usando teclado e mouse. É por isso que as bandejas do teclado saem de baixo da superfície de trabalho e geralmente ficam uma ou duas polegadas abaixo da altura da mesa. 

Você sabe que sua superfície de trabalho está na altura correta quando você se senta ereto, seus antebraços estão paralelos ao chão e seu pulso não está dobrado para cima ou para baixo quando você digita ou usa o mouse. 

A superfície superior do seu pulso deve estar essencialmente no mesmo plano que a parte superior do seu antebraço, com os dedos levemente pendurados no teclado. 

Dobrar os pulsos por períodos prolongados é uma maneira fácil de causar lesões.

3. Escolha um monitor com tamanho e altura adequados

Obtenha um monitor grande para o seu escritório em casa, exatamente como faria no escritório corporativo. Evite os monitores mais baratos, se puder, pois eles podem causar fadiga ocular durante o uso prolongado devido à sua resolução mais baixa e, portanto, maior imprecisão.

As resoluções de tela vêm em uma sopa de letrinhas de termos, mas procure qualquer um dos seguintes para obter a nitidez mais alta desejada: QWXGA, QHD, WQHD ou 4K UHD. 

Observe também que o conector de exibição pode limitar a resolução da tela.

Em muitos computadores, o subsistema de vídeo limita a resolução HDMI 1920 x 1200 pixels, independentemente do tamanho do monitor, o que pode fazer com que as telas em monitores de 25 polegadas ou maiores pareçam um pouco confusas. 

De um modo geral, verifique as especificações de vídeo do seu computador e obtenha um monitor cuja resolução de exibição corresponda à sua capacidade máxima. 

Para obter a melhor qualidade de vídeo, você deseja computadores e monitores que suportem conectores HDMI 2.x, DisplayPort ou USB-C. 

Como você provavelmente já tem um computador, como um laptop de trabalho, concentre-se em obter um monitor cujas especificações atendam ou excedam o que seu computador pode oferecer.

Seu monitor deve estar alinhado de modo que, se você olhar para frente quando estiver sentado ereto, seus olhos fiquem a uma altura de 25% a 30% abaixo da parte superior da tela. 

Dessa forma, você mantém os ombros nivelados e não curva as costas – duas maneiras fáceis de causar lesões.

4. Tenha uma boa cadeira

Existem muitas cadeiras ruins por aí que podem prejudicá-lo pelo uso prolongado do computador. 

Cadeiras de jantar e espreguiçadeiras, por exemplo, raramente estão na altura certa e nem sempre incentivam a postura ereta necessária.

Se você puder pagar, obtenha uma cadeira de escritório profissional ajustável, onde você pode definir um ajuste preciso para seu corpo e espaço de trabalho. 

Também há cadeiras de escritório muito mais baratas que farão o trabalho. Você precisará testá-los pessoalmente, de preferência, já que não é possível distinguir o ajuste de uma imagem em um site.

Certifique-se de obter um com altura ajustável, que possa rolar, que forneça suporte para a região lombar e, idealmente, tenha inclinação ajustável do assento, altura do braço e posição lateral do braço. 

Um apoio de braço é preferível, mas apenas se você o usar corretamente: isso significa que seu antebraço deve descansar levemente no apoio de braço; não deve haver pressão do seu braço sobre o apoio de braço. 

O descanso de braço basicamente deve lembrar seu braço de ficar na posição correta, não suportar seu peso como um assento faz com sua bunda.

5. Garanta uma boa iluminação

É muito fácil subestimar os efeitos do seu ambiente de trabalho na sua capacidade de trabalhar. A iluminação é muitas vezes uma área em que as pessoas não pensam. 

Idealmente, você tem luz indireta suficiente para iluminar seu espaço de trabalho, para que possa ler facilmente papéis e ver objetos físicos. 

A iluminação aérea geralmente é melhor, como a de uma lâmpada de teto.

Iluminação indireta significa luzes que não estão no seu campo de visão direto ou refletidas no seu monitor. Por exemplo, uma janela externa atrás ou ao lado de sua mesa pode criar brilho na tela do monitor quando o sol está brilhando. 

A luz natural é bastante agradável. E você pode usar persianas ou cortinas para que seu monitor não fique ofuscado.

Não coloque uma lâmpada ao lado de um monitor, onde você acabará com fontes de luz concorrentes e possível brilho. 

Se você precisar de lâmpadas para iluminação adicional, coloque-as de forma que não criem brilho na tela do monitor e não fiquem no seu campo de visão direto quando você estiver trabalhando no computador.

Da mesma forma, certifique-se de que o brilho do seu monitor não seja muito fraco ou muito brilhante, o que pode causar fadiga ocular. 

Nesse sentido, “Muito fraco” e “muito claro” são subjetivos, é claro, mas uma boa regra geral é que a intensidade de iluminação do monitor deve ser um pouco mais brilhante do que a iluminação ambiente, e que a iluminação ambiente deve ser suficiente para ler documentos em papel sem luz adicional.

6. Adquira um bom serviço de internet

A maioria das áreas urbanas e suburbanas tem pelo menos um provedor de serviço de internet de alta velocidade; 50 Mbps é a velocidade mínima para atingir, e quanto mais pessoas usarem a internet ao mesmo tempo, mais você deseja obter um serviço de maior velocidade.

A largura de banda em sua casa também importa. 

As melhores conexões são as Ethernet com fio, portanto, se possível, conecte seu computador ao roteador por meio de um cabo Ethernet; isso é especialmente importante se você fizer vídeo ou outro trabalho com uso intenso de largura de banda. 

O Wi-Fi é bom para o trabalho básico de escritório, portanto, se você não puder conectar seu computador ao roteador, use o Wi-Fi.

Em ambos os casos, certifique-se de ter equipamentos modernos que suportem pelo menos 100 Mbps para conexões com fio (1 Gbps é comum há anos). 

Quase todos os roteadores com Wi-Fi são de banda dupla, suportando padrões mais recentes como e mais antigos que alguns de seus dispositivos ainda podem usar (como telefones mais antigos e alguns dispositivos de automação residencial).

7. Mouse e teclado ergonômicos

Você precisará de um teclado e um mouse ou touchpad. Se você estiver usando um monitor externo com seu laptop, você provavelmente estará inclinado em uma posição que seria difícil de alcançar para usar o built-in no teclado e trackpad. 

Por isso, uma boa pedida é usar teclados e mouses externos.

Qualquer teclado e mouse ou touchpad/trackpad são bons, desde que respondam ao toque e não tenham o tamanho errado para suas mãos ou a altura errada para sua postura. 

Os sem fio economizam confusão de cabos, mas exigem recarga ou substituição da bateria.

8. Fone de ouvido

E se você trabalha em um espaço compartilhado, deve investir em um fone de ouvido para poder participar de teleconferências online com menos vazamento de ruído em sua casa, onde outras pessoas estão trabalhando, dormindo, tendo aulas e assim por diante. 

Os ruídos concorrentes dificultam o trabalho.

E definitivamente não coloque um telefone de mesa ou celular apoiado no pescoço enquanto você está utilizando algum desses aparelhos. Essa é uma maneira certa de beliscar um nervo ou causar tensão muscular. 

Se você usa um telefone de mesa tradicional, obtenha um fone de ouvido projetado para ele e um adaptador de 3,5 mm para 2,5 mm para que você também possa conectar o plugue de fone de ouvido de 2,5 mm à entrada de áudio de 3,5 mm do computador. 

Você pode usar fones de ouvido com ou sem fio ao invés de headphones, mas a variedade intra-auricular pode ser desconfortável, até dolorosa com o uso a longo prazo para muitas pessoas. 


9. Material de escritório

Enquanto vivemos na era digital, um caderno e uma caneta podem nos ajudar a fazer anotações, organizar nossos pensamentos e nos preparar para o nosso dia de trabalho. 

Certifique-se de que seus suprimentos estejam totalmente abastecidos para que você esteja pronto para começar a trabalhar.

10. Impressoras ou scanner 

Muitas pessoas quase não usam mais papel, então você pode não precisar de uma impressora. 

Mesmo que meu próprio uso tenha diminuído ao longo dos anos, ainda recomendo comprar uma impressora/copiadora/scanner multifuncional para seu escritório em casa. 

Uma boa opções pode ser as impressoras com tinta externa. Elas são mais caras que as tradicionais, mas abastecê-las é muito mais barato do que comprar novos cartuchos.

Conclusão

Saber como montar um home office para estimular sua produtividade e otimizar seu espaço é uma ótima forma estimular o trabalho em casa e evitar a procrastinação.

Além disso, um bom planejamento pode evitar problemas de saúde devido à má postura. 

Quando se trata de ideias para home office, as possibilidades são infinitas. Não tenha medo de deixar um pouco da sua personalidade brilhar na decoração, afinal, o espaço é seu. 

Sendo assim, deixe o seu escritório em casa do jeito que sempre sonhou. 

Não perca nada

Lançamentos, descontos e conteúdos exclusivos.

Inscreva-se

Utilizamos cookies para o funcionamento de nossa loja online. Também utilizamos cookies de terceiros para personalização de experiências de anúncios nas plataformas deles.